Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Reavaliar funções do Estado na educação pode ser benéfico - Roberto Carneiro

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 out (Lusa) -- A competitividade de Portugal pode estar em causa com cortes muito grandes na educação, mas reavaliar as funções do Estado nesta área pode ser benéfico, disse hoje à agência Lusa Roberto Carneiro, ministro da Educação entre 1987 e 1991.

"A competitividade de Portugal, a sua garantia de capital humano necessário para que se possa manter na dianteira dos países do Mundo, pode estar em causa com cortes muito grandes na área da educação", assinalou.

Sublinhando que os cortes na educação têm inviabilizado o investimento necessário para um setor vital, Roberto Carneiro considera positivo que pela refundação do memorando de entendimento com a 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) possa passar a reavaliação das funções do Estado em várias áreas.