Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rasmussen cometeu um erro ao acusar Freire e Flecha

Lusa

  • 333

Madrid, 04 nov (Lusa) -- O antigo ciclista dinamarquês Michael Rasmussen admitiu hoje à EFE que se enganou ao dizer que todos os elementos da Rabobank correram dopados o Tour2007, esclarecendo que pensa que os espanhóis estavam limpos.

"Havia dopagem organizada, mas não incluía todos os corredores. Nem uma vez na minha vida vi Óscar Freire dopar-se. Do [Juan Antonio] Flecha também não sei nada", explicou à agência EFE.

No livro "Febre amarela", Rasmussen diz que toda a equipa se dopou na Volta à França em 2007, edição em que foi expulso pela própria Rabobank, quando liderava a quatro etapas do final, por ter dito que em junho estava a treinar no México, quando se encontrava em Itália.