Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rapaz chinês atirou-se de 30.º andar, alegadamente por ordem do professor

Lusa

  • 333

Pequim, China, 31 out (Lusa) - Um rapaz chinês de 10 anos atirou-se de um 30.º andar, alegadamente obedecendo a uma ordem do seu professor, por não ter escrito uma carta de arrependimento, noticiaram os meios de comunicação estatais.

Baseando-se no testemunho de um vizinho do rapaz, a rádio nacional chinesa relatou na sua página na Internet que o aluno do quinto ano tinha que escrever uma carta com mil carateres pedindo desculpa ao professor por ter falado na aula.

Por não ter cumprido a tarefa, o professor ordenou-lhe alegadamente que se atirasse do cimo de um prédio, relataram familiares do rapaz, cujo corpo foi encontrado em cima de um carro estacionado debaixo do apartamento onde vivia com os pais em Chengdu, uma cidade no sudoeste da China.