Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rangel contra "perseguições" no PSD por causa das candidaturas autárquicas

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 out (Lusa) - O eurodeputado social-democrata Paulo Rangel manifestou-se hoje contra o início de "um processo de perseguições" no PSD aos militantes que protagonizaram candidaturas adversárias às do partido nas eleições autárquicas.

"A única coisa que recomendo ao PSD é que pode tirar ilações políticas e juízos políticos, mas não devia iniciar um processo de perseguições. Isso acho que seria negativo para o partido", declarou Paulo Rangel aos jornalistas, à saída da reunião do Conselho Nacional do PSD, que começou cerca das 21:00 de terça-feira, num hotel de Lisboa.

O eurodeputado social-democrata reclamou estar "totalmente à vontade" nesta matéria, porque foi "para a rua fazer campanha" pelo PSD no concelho onde vota, Vila Nova de Gaia.