Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rangel acusa direção de Vieira de "ameaçar e intimidar" funcionários do Benfica

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 out (Lusa) -- O candidato à presidência do Benfica Rui Rangel acusou hoje a atual direção, liderada por Luís Filipe Vieira, de "ameaçar e intimidar" funcionários do clube, no sentido de mudar o sentido de voto nas eleições de sexta-feira.

Em conferência de imprensa, Rui Rangel, acompanhado pelas principais figuras da lista B, apontou o administrador da SAD "encarnada" Domingos Soares de Oliveira como rosto desse alegado procedimento, acusando-o de "violar a privacidade dos benfiquistas".

"Temos tido informação de que têm existido ameaças e intimidações à estrutura de funcionários do Benfica relativamente aos votos. Recentemente, Domingos Soares de Oliveira disse que sabe perfeitamente quem são os benfiquistas que marcam presença no estádio, para que tenham medo de votar livremente", afirmou.