Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quercus acusa Câmara da Feira de corte ilegal de sobreiros, autarquia diz cumprir plano de replantação

Lusa

  • 333

Santa Maria da Feira, 24 fev (Lusa) - A Quercus acusou a Câmara da Feira de proceder ao abate ilegal de sobreiros em Pigeiros, onde essa e outras quatro autarquias estão a construir o Parque Empresarial de Recuperação de Materiais (PERM), vocacionado para sucatas.

A Câmara da Feira garantiu à Lusa, contudo, que essas afirmações revelam "desconhecimento do processo", porque os responsáveis pela obra estão a diligenciar, "como preconizado" na lei, para se "proceder à replantação de 256 sobreiros" nos espaços verdes da nova estrutura intermunicipal.

Em comunicado, a Quercus afirma que se deslocou ao local da obra e "confirmou que, para além de pinheiros e eucaliptos, o madeireiro que está a desmatar toda a área florestal também abateu e removeu do local sobreiros verdes - sem que exista autorização do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas".