Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Queluz: Autor confesso de triplo homicídio fica em prisão preventiva

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 set (Lusa) - O autor confesso do triplo homicídio ocorrido num elevador de um prédio em Queluz, Sintra, ficou em prisão preventiva e foi transferido para a prisão/hospital de Caxias, disse hoje à agência Lusa fonte da Polícia Judiciária.

"O suspeito teve alta esta semana do Hospital de São José [Lisboa]. Foi presente a primeiro interrogatório judicial e o juiz aplicou-lhe a medida de coação de prisão preventiva. Depois foi transferido para a prisão/hospital de Caxias", esclareceu a mesma fonte.

O detido, de 58 anos, entregou-se às autoridades depois de alegadamente ter incendiado, a 13 de agosto, um elevador com álcool, onde estavam duas mulheres e um homem. No mesmo dia confessou à polícia que "apenas pretendia provocar um susto às vítimas".