Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quebra nos impostos, desemprego e Tribunal Constitucional ameaçam metas orçamentais - UTAO

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 mar (Lusa) -- A Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) considera que a quebra nas receitas fiscais, o aumento do desemprego e a decisão pendente do Tribunal Constitucional sobre o orçamento são já riscos para as metas orçamentais deste ano.

Numa análise ao primeiro mês de execução orçamental, os técnicos independentes que funcionam junto da Comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública apontam já que "algumas das variações observadas merecem alguma preocupação", apesar do ano ainda agora ter começado, em especial "os impostos indiretos e o subsídio de desemprego".

"Independentemente da execução orçamental verificada até ao momento, é possível identificar alguns riscos suscetíveis de condicionar a concretização das metas estabelecidas para o ano de 2013, sobretudo os que decorrem do agravamento do cenário macroeconómico -- hipótese já admitida pelas autoridades nacionais e internacionais", diz a UTAO na análise enviada aos deputados da comissão de orçamento.