Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quatro ministros australianos demitiram-se depois de voto de confiança a Gillard

Lusa

  • 333

Sydney, 22 mar (Lusa) -- Os ministros da Educação Terciária e Pequenas Empresas, dos Recursos, Energia e Turismo e dos Serviços Humanos australianos demitiram-se hoje, à semelhança do ministro das Artes, depois do voto de confiança a Julia Gillard pelos trabalhistas.

As demissões de Chris Bowen, titular da pasta da Educação Terciária e Pequenas Empresas, de Martin Ferguson, ministro dos Recursos, Energia e Turismo, e Kim Carr, com a pasta dos Serviços Humanos, surgem depois da saída do Governo de Simon Crean, que era ministro das Artes.

Todos eram simpatizantes do antecessor de Gillard, Kevin Rudd, e Crean chegou mesmo a pedir publicamente ao ex-primeiro-ministro para se candidatar à liderança do Partido Trabalhista, o que levou Gillard a convocar eleições internas do partido na quinta-feira.