Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quatro colaboradores do primeiro-mistro do Zimbabué libertados

Lusa

  • 333

Harare, 27 mar (Lusa) - A justiça do Zimbabué libertou hoje sob caução quatro colaboradores do primeiro-ministro Morgan Tsvangirai, acusados de violação de segredos de Estado.

Entre os libertados figura Thabani Mpofu, que trabalha no gabinete do primeiro-ministro. Os quatro homens foram detidos a 17 de março, no dia a seguir ao referendo constitucional.

Mpofu, antigo procurador, está também acusado de não ter renovado a licença de porte de arma.