Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quatro anos de prisão efetiva para ex-dirigente dos bombeiros da Malveira por peculato

Lusa

  • 333

Redação, 20 jun (Lusa)- O ex-presidente dos bombeiros da Malveira (Mafra) foi condenado pelo Tribunal de Sintra a quatro anos de prisão efetiva por ter desviado dinheiro da associação, revelou hoje a Procuradoria Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Citando o acórdão, lido ao arguido na quarta-feira, a PGDL informa no seu site que o homem foi condenado a quatro anos de prisão efetiva e ao pagamento de uma indemnização de 78 mil euros à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Malveira.

O Tribunal de Sintra provou que, durante ano e meio, o dirigente associativo apropriou-se de verbas da associação, em montantes que variavam entre os 25 euros e os 13.970 euros.