Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quase oito mil assinaram "Petição Contra Uso de Letrinhas" nos contratos

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 dez (Lusa) -- Quase oito mil pessoas assinaram a "Petição Contra o Uso de Letrinhas" promovida pelo Grupótico com o objetivo de levar à Assembleia da República a questão do tamanho das letras nos contratos, adiantou hoje uma fonte da organização.

O diretor-geral do Grupótico, Hélder Oliveira, adiantou hoje à agência Lusa que a petição, que arrancou no dia 15 de novembro, já conta com 7.900 assinaturas, ultrapassando as 4.000 necessárias para que a proposta de alteração de lei seja levada ao plenário da Assembleia da República (AR).

"Esta iniciativa nasceu na rede de lojas do Grupótico, pois somos constantemente confrontados com clientes que se queixam de não conseguir ler as famosas letras pequeninas nos contratos. Embora pareça um bocado contraproducente porque, obviamente, como empresa comercial temos interesse em vender, começámos a achar que em termos de responsabilidade social da empresa teríamos de fazer alguma coisa (...)", explicou.