Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PSP rejeita acusações do presidente do Vitória de Guimarães

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 mar (Lusa) - A Polícia de Segurança Pública (PSP) revelou hoje que, apesar de não ter havido requisição de policiamento para o Vitória de Guimarães B-Sporting de Braga B, da II Liga de futebol, destacou elementos para o estádio.

Em comunicado, a PSP respondeu às críticas do presidente do Vitória de Guimarães, que acusou a força policial de ter sido conivente com os desacatos verificados no jogo entre as equipas B do Vitória e do Braga, no último domingo, e que foi interrompido aos oito minutos depois de graves confrontos entre adeptos dos dois clubes nas bancadas.

"Face aos indicadores de risco existentes, e apesar de não ter havido requisição de policiamento, a PSP local destacou alguns elementos para o interior do recinto. Este procedimento revelou-se oportuno e ajustado face aos episódios registados, porquanto possibilitou uma adequada análise e avaliação dos incidentes e contribuiu para uma melhor intervenção de forças da Unidade Especial de Polícia -- Corpo de Intervenção (UEP-CI), que entretanto foram acionadas, por iniciativa da PSP, para o interior do estádio", esclarece a nota.