Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PSP participou ao MP caso do menino que foi atacado por um cão em Beja e morreu

Lusa

  • 333

Beja, 08 jan (Lusa) - A PSP participou ao Ministério Público (MP) o caso do menino de 18 meses que foi atacado por um cão em Beja, no domingo, e morreu num hospital em Lisboa, disse à Lusa fonte da força policial.

Apesar de a família não ter apresentado queixa e "mesmo não sabendo qual seria o desfecho da situação da criança", na segunda-feira a PSP, "de imediato", elaborou "uma participação a relatar tudo o que se tinha passado" e enviou-a para o MP, explicou a oficial de relações públicas do Comando de Beja da PSP, a subcomissária Maria do Céu Silva.

Segundo a subcomissária, na segunda-feira, durante o processo de recolha do cão arraçado de pitbull para um canil, onde vai ser abatido, a PSP pediu ao dono os documentos do animal, só que "ele disse que os tinha, mas não os apresentou", alegando que "não sabia onde estavam".