Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PSOE rompe relações com PP e exige demissão imediata de Rajoy

Lusa

  • 333

Madrid, 14 jul (Lusa) -- O secretário-geral do maior partido da oposição de Espanha (PSOE), Alfredo Pérez Rubalcaba exigiu hoje a demissão imediata do primeiro-ministro, Mariano Rajoy, na sequência do caso Bárcenas, anunciando uma rutura de relações com o Partido Popular (PP).

De acordo com a agência EFE, Rubacalba acusou o governante de "mentiras", "ausência total de explicações" e de "conivência com um delinquente", numa conferência de imprensa após uma reunião de emergência da direção do partido, depois do jornal El Mundo ter divulgado uma troca de SMS entre Rajoy e o ex-tesoureiro do Partido Popular.

O secretário-geral do PSOE anunciou que o seu partido rompeu "todas as relações com o PP", justificando que não pode negociar com alguém que "está incapacitado para governar Espanha".