Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PSD desafia Seguro a seguir exemplo de Guterres e fazer "mea culpa" em relação ao passado

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 dez (Lusa) - O PSD acusou hoje o secretário-geral do PS de ter estado "clandestino" durante os governos de José Sócrates e desafiou-o a seguir o exemplo do seu antecessor António Guterres, assumindo responsabilidades em relação ao passado.

As acusações do dirigente da bancada social-democrata Luís Menezes foram feitas em plenário, na Assembleia da República, e motivaram imediatamente um pedido de defesa da honra por parte do Grupo Parlamentar do PS, com José Junqueiro a alegar que António José Seguro tinha sido alvo de insulto por parte do PSD.

Luís Menezes começou por fazer um discurso a evocar a memória do antigo primeiro-ministro e fundador do PSD, Francisco Sá Carneiro, mas a evolução do debate levou-o a acusar o PS de se "acobardar" perante a projetada reforma do Estado.