Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PSD: "Cumprir o nosso programa é condição necessária mas não suficiente" -- Francisco Pinto Balsemão

Lusa

  • 333

Porto, 05 jun (Lusa) - O ex-primeiro-ministro Francisco Pinto Balsemão defendeu hoje, numa mensagem escrita lida aos militantes sociais-democratas, que cumprir o programa de ajuda financeira "é condição necessária, mas não suficiente" e um meio para Portugal viver "sem excessivos e desnecessários adiamentos".

O nome do presidente do Grupo Impresa aparecia no programa oficial da sessão do Porto da conferência "Consolidação, Crescimento e Coesão", para assinalar um ano sobre a vitória do PSD nas legislativas, mas devido a um impedimento de última hora não esteve presente na iniciativa - que contou também com a presença do ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, e do secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Marco António Costa -, tendo sido lida uma mensagem escrita de Pinto Balsemão pela voz do líder da distrital do PSD/Porto, Virgílio Macedo.

"Faço minhas as palavras recentes de Vítor Gaspar. Todos nós, quando enfrentamos situações de risco, procuramos segurança e certeza. A única certeza que temos é a do nosso trabalho, esforço, determinação e sacrifício. Temos que nos concentrar no que controlamos, cumprir os objetivos do nosso programa. Cumprir o nosso programa é condição necessária mas não suficiente", defendeu o militante número um do PSD.