Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PS "não recusa" convite de Passos para reunião mas vinca que defende fim da austeridade

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 abr (Lusa) - O PS afirma que o seu secretário-geral, António José Seguro, "não recusa" o convite do primeiro-ministro para uma reunião na quarta-feira, mas salienta que o partido defende a renegociação do ajustamento e o fim da austeridade.

Esta posição foi transmitida em comunicado pelo PS, depois de o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ter hoje convidado, formalmente, por carta, António José Seguro para uma reunião na quarta-feira, tendo em vista, entre outros pontos, um entendimento sobre o processo de consolidação orçamental.

"O diálogo político e institucional é uma das marcas identitárias do PS à qual permaneceremos fiéis e da qual não nos afastamos. Se o primeiro-ministro convida, formalmente, o PS para uma reunião, o PS não a recusa", refere o comunicado.