Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PS estima que Governo deixou défice real de 2012 nos 7,8 por cento

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 mar (Lusa) - O PS estimou hoje que o défice orçamental, sem medidas extraordinárias, foi de 7,8 por cento em 2012 e advertiu o Governo que não se pode vergar à primeira exigência dos credores sobre cortes no Estado.

Estas posições foram assumidas em conferência de imprensa por Eurico Brilhante Dias, membro do Secretariado Nacional do PS, após o ministro de Estado e das Finanças, Vítor Gaspar, ter anunciado os resultados da sétima avaliação da 'troika' (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional).

O dirigente socialista referiu-se especificamente ao dado de Vítor Gaspar de que Portugal terá registado em 2012 um défice na ordem dos 6,6 por cento, excluindo receitas extraordinárias.