Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PS diz que Vítor Gaspar passou "certidão de óbito" ao OE2013

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 fev (Lusa) - O PS acusou hoje o Governo de "falta de respeito pelos portugueses", devido à revisão de números por parte do ministro das Finanças, que foi acusado de ter passado a "certidão de óbito" ao Orçamento do Estado2013.

"Mais recessão significa mais falências e mais desemprego. Esta situação é uma falta de respeito pelos portugueses. Com menos de dois meses de execução orçamental e ainda sem conhecermos os dados do primeiro mês, o Governo já passa a certidão de óbito a este orçamento. É a morte de um falhanço anunciado", disse o dirigente socialista Óscar Gaspar, na sede do PS, em Lisboa.

Gaspar, que se referia a declarações do seu homónimo e ministro das Finanças, Vitor Gaspar, numa comissão parlamentar em que o responsável admitiu uma recessão de dois por cento em vez do um por cento previsto inicialmente, denunciou o que considera ser uma clara "incompetência do Governo na condução da política económica e da política orçamental".