Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PS disponível para debater Estado, mas indisponível para corte 4 mil milhões em áreas sociais - Seguro

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 nov (Lusa) -- O secretário-geral do PS, António José Seguro, sublinhou hoje que os socialistas estão indisponíveis para participar no corte de quatro mil milhões de euros em áreas sociais, mas têm "disponibilidade", como sempre, para debater a "modernização" do Estado.

"Aquilo que disse ao longo dos últimos dias e volto a reafirmar aqui é muito simples: o PS não está disponível para participar, para ser cúmplice, num corte de quatro mil milhões de euros no Serviço Nacional de Saúde, na escola pública, na proteção social dos portugueses. O PS sempre esteve disponível para participar, com as suas propostas, em todos os debates essenciais para o futuro de Portugal", disse Seguro aos jornalistas, à saída de uma audiência com o Presidente da República no Palácio de Belém.

"E considero que o debate sobre a modernização do Estado, torná-lo mais eficiente, mais amigo das empresas, mais amigo das pessoas, é um debate permanente na sociedade portuguesa para o qual o PS tem toda a disponibilidade. Mas tem sempre, é um debate permanente", acrescentou de seguida.