Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PS admite não integrar comissão parlamentar para a reforma do Estado

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 jan (Lusa) - O PS advertiu hoje a maioria PSD/CDS que não fará parte de uma comissão eventual parlamentar sobre reforma do Estado se esta não for séria e destinar-se exclusivamente a cortar quatro mil milhões de euros.

Esta posição foi transmitida pelo líder parlamentar socialista, Carlos Zorrinho, depois de o ex-presidente social-democrata Marques Mendes ter anunciado na quinta-feira, na TVI24, que PSD e CDS vão avançar com a proposta de constituição de uma comissão eventual sobre a reforma do Estado.

"A proposta da maioria PSD/CDS de criar uma comissão eventual para a reforma do Estado não é séria. A maioria PSD/CDS nunca quis de facto fazer a reforma do Estado e apenas pretende branquear o corte de quatro mil milhões de euros necessário devido à incompetência da sua gestão orçamental", acusou Carlos Zorrinho.