Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PS acusa Passos de insultar reformados e trabalhadores e suspeita de medidas escondidas

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 dez (Lusa) - O PS acusou hoje o primeiro-ministro de ter "insultado os trabalhadores e os reformados" ou por desconhecer o sistema contributivo ou por estar a esconder medidas futuras para cortar na segurança social pública.

A posição dos socialistas foi transmitida em conferência de imprensa pelo dirigente Miguel Laranjeiro, após uma reunião do Secretariado Nacional do PS.

No domingo, em Penela, o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu a necessidade de os reformados com pensões mais elevadas darem ao Estado um "contributo maior", o que na sua opinião não viola a Constituição da República.