Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Proposta do FMI é "subversão do regime democrático e constitucional" - António Arnaut

Lusa

  • 333

Lisboa, 09 jan (Lusa) -- O socialista e criador do Serviço Nacional de Saúde (SNS), António Arnaut, classificou hoje as propostas do Fundo Monetário Internacional (FMI) para a área da saúde como "uma subversão do regime democrático e constitucional".

"Tal como disse o Presidente da República, a Constituição não está suspensa e qualquer organização internacional, mesmo os nossos credores, têm de ter respeito pelas instituições democráticas de qualquer Estado soberano", disse, em declarações à agência Lusa.

No relatório pedido pelo Governo sobre o corte nas funções do Estado, divulgado hoje pelo Jornal de Negócios, o FMI sugere o aumento das taxas moderadoras e a redução do leque de cuidados prestados pelo SNS.