Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Projeto financiado pela UE e Portugal apoia 200 apicultores da Guiné-Bissau

Lusa

  • 333

Bissau, 06 mai (Lusa) - Duzentos apicultores do leste da Guiné-Bissau estão a beneficiar de um projeto apoiado essencialmente pela União Europeia e Portugal e que "produziu" quase três toneladas de mel só no primeiro ano de trabalho.

O projeto teve a duração de 38 meses e terminou hoje simbolicamente em Bissau, com a inauguração de uma exposição de fotografias e um debate sobre o tema "A apicultura no contexto do desenvolvimento rural".

Financiada em 75 por cento pela União Europeia e os restantes pela cooperação portuguesa e o governo da Guiné-Bissau (oito por cento), num total de 620 mil euros, a melhoria e reforço da apicultura na Guiné-Bissau foi desenvolvida pela União das Cidades Capitais da Língua Portuguesa (UCCLA), pela Federação Nacional dos Apicultores de Portugal, pelo Instituto Politécnico/Escola Superior Agrária de Bragança e por uma organização não-governamental local, Aprodel.