Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Proibição dos fundos financeiros e investidores "provocará um terramoto" no futebol - Emanuel Medeiros

Lusa

  • 333

Porto, 20 nov (Lusa) - O diretor-geral executivo das Ligas Europeias de Futebol Profissional (EPFL), Emanuel Medeiros, considera que a proibição da propriedade dos direitos desportivos por terceiros (fundos e investidores particulares), em estudo na FIFA, "provocará um terramoto" em alguns campeonatos.

Em entrevista à Agência Lusa, o português que dirige a estratégia conjunta de 30 ligas do continente europeu alertou para as consequências do recente anúncio de que o comité para o futebol profissional da FIFA, liderado por Michel Platini, presidente da UEFA, quer criar regulamentos que proíbam a propriedade por parte de terceiros dos passes dos jogadores.

"Essas práticas [fundos de investimento e investidores particulares] estão há muito enraizadas, alastradas no mundo do futebol, e, de resto, a regulamentação da FIFA não as proíbe. Apenas impõe que não haja influência de terceiros nas transações e contratos", contextualiza Emanuel Medeiros.