Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Programas de ajustamento na zona euro "devem ser mais simétricos" -- economista-chefe OCDE

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 set (Lusa) -- O secretário-geral adjunto da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Pier Carlo Padoan, afirmou hoje que os programas de ajustamento na zona euro "devem ser mais simétricos".

"Os programas de ajustamento na área do euro devem ser mais simétricos. Vemos um ajustamento enorme nos países com elevados défices, mas vemos muito pouco ajustamento noutros países", afirmou Pier Carlo Padoan, numa conferência hoje em Lisboa, organizada pelo Banco de Portugal.

"Na área do euro vemos um grande ajustamento nos países do Sul, que são mais vulneráveis, em termos de reganho da competitividade, de equilíbrio orçamental e de introdução de reformas estruturais", afirmou o economista, considerando que "estes esforços estão a começar a compensar" nestes países.