Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Profissionais da Ria Formosa não acreditam que dragagens avancem nos próximos dois anos

Lusa

  • 333

Faro, 22 fev (Lusa) -- Os profissionais da Ria Formosa que hoje se uniram num protesto silencioso para reivindicarem dragagens na ria não acreditam que a obra arranque nos próximos dois anos, promessa deixada pelo presidente da Sociedade Polis Litoral Ria Formosa.

Cerca de 30 profissionais da associação de viveiristas e mariscadores Vivmar realizaram hoje um protesto em Faro, à mesma hora e no mesmo local em que era assinada a consignação da obra do parque ribeirinho da cidade.

A associação reclama o avanço de dragagens nos canais da ria, obra que considera prioritária à que hoje foi lançada, da responsabilidade do Programa Polis da Ria Formosa e que vai custar cerca de 3,5 milhões de euros.