Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Produtora chinesa de telemóveis usa Nigéria como porta de entrada em África

Lusa

  • 333

Joanesburgo, 12 mai (Lusa) - O segundo maior fabricante mundial de computadores, a chinesa Lenovo, vai apostar na Nigéria como o primeiro país africano a receber os seus telemóveis, revelou hoje o diretor geral da empresa com o pelouro de África.

A escolha recaiu sobre a segunda maior economia africana, e não sobre África do Sul, a primeira, para tentar evitar as parcerias locais com as empresas de telecomunicações: "Queremos vender diretamente da prateleira, [e por isso] escolhemos um mercado aberto", disse Graham Braum numa entrevista em Joanesburgo.

"[Vamos chegar à] Nigéria no final do ano e depois vamos estudar o resto de África", acrescentou o responsável.