Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Procuradora da Guatemala recusa anulação do julgamento de ex-ditador por juíza

Lusa

  • 333

Guatemala, 19 abr (Lusa) - A Procuradora Geral da Guatemala, Cláudia Paz e Paz, anunciou na quinta-feira a recusa imediata da decisão de uma juíza de anular o julgamento por genocídio do ex-ditador José Efraín Rios Montt.

"Vamos utilizar todos os recursos que estão ao nosso alcance" para reverter a decisão da juíza Carol Patricia Flores, titular da primeira Instância, disse a Procuradora, enquanto o juiz Mauro Chacón, do Tribunal Constitucional, salientou que a decisão do Tribunal não capacita a juíza para anular o julgamento.

A Procuradora salientou em conferência de imprensa que a decisão da juíza Flores "é ilegal" porque excede as suas funções fazendo recuar o processo a 23 de novembro de 2011, anulando o que entretanto foi feito.