Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pro Patria "paga" insultos racistas ao AC Milan com um jogo à porta fechada

Lusa

  • 333

Roma, 08 jan (Lusa) -- O Pro Pátria Aurora, clube do quarto escalão do futebol italiano, foi hoje condenado a disputar uma partida à porta fechada, devido aos insultos racistas a jogadores do AC Milan, num particular na quinta-feira.

Em comunicado, a associação Liga Pro, de que faz parte o Pro Pátria e as equipas dos escalões inferiores do futebol italiano, esclarece que o castigo foi decidido pelo juiz desportivo Pasquale Marino, em articulação com o representante da Associação Italiana de Arbitragem Roberto Calabassi.

A Liga sublinha que o juiz desportivo, além de enviar o relatório do jogo para os responsáveis da divisão cimeira do futebol italiano (à qual pertence o AC Milan), alertou para a possibilidade de novas sanções no caso dos adeptos do Pró Pátria voltarem a proferir insultos racistas.