Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Privatizações devem ser analisadas pela estratégia e não pelo encaixe financeiro -- Gonçalves do Cabo

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 dez (Lusa) - O advogado Sérgio Gonçalves do Cabo afirmou hoje que o aspeto financeiro "não é a perspetiva correta" para olhar para o processo de privatizações, sublinhando que o essencial é "a estratégia".

"O problema das privatizações tem sido colocado muito na perspetiva financeira e não é essa a perspetiva correta. O objetivo destas operações é encontrar um parceiro estratégico para as empresas" que estão a ser privatizadas, disse o advogado na conferência com o tema "As privatizações não se discutem?", que decorre hoje em Lisboa.

Para o advogado, que integrou a comissão de acompanhamento da privatização da EDP, o problema prende-se com "o projeto estratégico": "Fazer uma parceria estratégica com uma empresa que já está no setor há muitos anos, apresentar ideias de desenvolvimento e projetos de investimento não é uma coisa que se faça do dia para a noite", explicou.