Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prisão perpétua sem liberdade condicional para militar que assassinou 16 afegãos

Lusa

  • 333

Base militar de Lewis McChord, Estados Unidos, 23 ago (Lusa) -- O soldado norte-americano responsável pelo homicídio a sangue frio de 16 aldeões afegãos em 2012 foi hoje condenado por um júri militar a prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional.

O sargento Robert Bales, de 40 anos, declarou-se culpado para escapar à pena de morte.

Apesar da condenação, o militar poderá pedir a "clemência" do exército após 20 anos de prisão. Se lhe for concedida clemência, poderá apresentar um pedido de libertação antecipada.