Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prisão efetiva em caso de furto em 40 sepulturas de cemitério de Viana

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 13 nov (Lusa) - O Tribunal de Viana do Castelo condenou hoje a prisão efetiva um dos três acusados do furto de artigos religiosos de metal, em 40 sepulturas do cemitério de São Romão de Neiva, naquele concelho.

Dois dos arguidos, detidos à conta de outros processos, confessaram a autoria do crime durante o julgamento, tendo sido condenados a um ano e oito meses de prisão e, o outro, a 250 dias de multa, num total de 1.250 euros.

O tribunal deu como provada a acusação deduzida pelo Ministério Público, que refere que o furto aconteceu durante a madrugada de 24 de agosto de 2011 e que visou "artigos funerários e religiosos em metal" que se encontravam no interior do cemitério.