Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prisão de ex-presidente da bolsa cabo-verdiana prorrogada para 24 meses

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 27 dez (Lusa) - O Tribunal da Comarca da Praia prorrogou a prisão preventiva do ex-presidente da Bolsa de Valores de Cabo Verde (BVC) Veríssimo Pinto e restantes arguidos do processo "Lancha Voadora" para 24 meses, escreve hoje o jornal "A Nação".

Segundo o semanário cabo-verdiano, o ex-presidente da BVC, preso preventivamente desde 20 de dezembro do ano passado, terá que ser julgado até novembro de 2013, altura em que se completam dois anos da detenção dos primeiros suspeitos de envolvimento no caso.

Veríssimo Pinto é acusado dos crimes de associação criminosa, tráfico e lavagem de capitais.