Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prioridade para Banco de Portugal é mostrar que não há "fotomontagem" nas contas dos bancos portugueses - governador

Lusa

  • 333

Londres, 30 out (Lusa) - O governador do Banco de Portugal considerou hoje uma prioridade mostrar que as contas dos bancos portugueses não são uma "fotomontagem" e que estes tentem atrair "investidores estratégicos" que injetem capital.

Numa palestra no Fórum Oficial das Instituições Monetárias e Financeiras (OMFIF na sigla inglesa), em Londres, Carlos Costa disse ter a preocupação em "mostrar que as contas [dos bancos portugueses] são o espelho da realidade" para conquistar credibilidade.

"A minha principal preocupação é assegurar aos investidores e aos mercados que as contas não sejam o resultado de qualquer fotomontagem [Photoshop technique], como resultado de uma implementação que possa [afetar] a contabilidade e a avaliação do desempenho aos bancos", vincou.