Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Principal investigador do caso de Pistorius é acusado de sete tentativas de homicídio

Lusa

  • 333

Joanesburgo, 21 fev (Lusa) -- O principal detetive que investiga o caso do atleta Oscar Pistorius pela morte da namorada é acusado de sete tentativas de homicídio por ter atirado contra um táxi para o tentar parar em 2009, informou a polícia de Pretória.

"Fomos informados na quarta-feira que as acusações de tentativas de homicídio foram restabelecidas contra Hilton Botha", declarou o porta-voz da polícia, Neville Malila, quando Oscar Pistorius, acusado da morte premeditada da namorada, chegou ao tribunal para uma nova audiência.

O atleta alega ter matado a namorada por acidente ao confundi-la com um assaltante escondido na sua casa de banho.