Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Primeira mulher mexicana campeã olímpica morreu aos 35 anos

Lusa

  • 333

Cidade do México, 29 mar (Lusa) -- A halterofilista Soraya Jimenez, primeira mexicana a conquistar uma medalha de ouro olímpica, morreu na quinta-feira, aos 35 anos, vítima de um enfarte, anunciou o Comité Olímpico Mexicano.

"A campeã olímpica Soraya Jimenez Mendivil morreu na sequência de um enfarte esta quinta-feira. Soraya foi a primeira atleta mexicana a ganhar uma medalha de ouro no início do halterofilismo feminino, nos Jogos Olímpicos Sydney2000", indicou o Comité no seu sítio oficial.

Oitava nos Campeonatos do Mundo em 1999, a atleta de apenas 1,54 m de altura surpreendeu os especialistas da modalidade ao levantar em Sydney 127,5 quilos, sinónimo do ouro olímpico na categoria de -58 kg.