Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Primeira melhoria no desemprego desde 2008 não pode "passar em claro" -- Passos Coelho

Lusa

  • 333

Lisboa, 31 out (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou hoje que, apesar de o Governo ainda esperar um agravamento do desemprego, não se pode "deixar passar em claro" que é a primeira vez desde 2008 que a taxa melhora.

A taxa de desemprego em Portugal situou-se, em setembro, nos 16,3%, ligeiramente abaixo dos 16,5% registados em agosto e dos 16,4% verificados um ano antes, revelou hoje o Eurostat, o gabinete de estatística das comunidades europeias.

"Apesar de sabermos que as perspetivas em matéria de emprego continuam muito frágeis e que, do ponto de vista daquilo que é o cenário macroeconómico que está estabelecido, ainda esperamos um agravamento deste indicador, não se pode deixar passar em claro que é a primeira vez desde 2008 que este indicador apresenta melhorias", afirmou Passos Coelho.