Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Previsões "têm de ser levadas em conta" mas Governo "acredita muito" nos resultados - Miguel Relvas

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 jan (Lusa) - O ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, afirmou hoje que o Governo "sabe das dificuldades do caminho" e que as previsões "têm de ser levadas em conta", mas "acredita muito nos resultados" que tem alcançado.

O governante comentava assim as previsões do Banco de Portugal, hoje divulgadas, que apontam para uma recessão mais profunda em 2013, alterando a projeção de uma quebra de 1,6% que tinha em novembro para um recuo de 1,9%, devido às medidas orçamentais e à desaceleração das exportações.

"Sabemos das dificuldades do caminho, o Governo nunca fugiu à realidade. As previsões são previsões, têm de ser levadas em conta, mas nós acreditamos muito nos resultados que vamos alcançando ano a ano e, desde que este Governo tomou posse, o que tem sido anunciado é o que acontece", disse Miguel Relvas.