Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidentes de câmara de França não podem recusar casamentos homossexuais

Lusa

  • 333

Paris, 18 out (Lusa) -- O Conselho Constitucional, a mais alta instância judicial de França, decidiu hoje que os presidentes de câmara não podem recusar celebrar casamentos homossexuais com o argumento de que contraria as suas convicções religiosas ou morais.

O Conselho foi chamado a pronunciar-se na sequência de um apelo apresentado por presidentes de câmara e conservadores do registo civil opositores à lei de 18 de maio que legalizou o casamento homossexual.

Os autores do apelo pediam ao Conselho que declarasse a legislação inconstitucional por não incluir uma cláusula de "liberdade de consciência" que lhes permitisse eximir-se de celebrar casamentos homossexuais.