Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente queniano pede adiamento do seu julgamento no TPI

Lusa

  • 333

Haia, 26 out (Lusa) - O Presidente do Quénia pediu na sexta-feira o adiamento do seu julgamento no Tribunal Penal Internacional (TPI) por crimes contra a humanidade, alegando "a crise nacional e internacional", informaram os advogados de defesa.

Uhuru Kenyatta deveria responder em novembro no TPI, em Haia, pela acusação de liderar ações de violência pós eleitoral em 2007 e 2008, que deixaram mais de mil mortos e milhares de desalojados.

"A defesa solicita ao tribunal para abandonar a data de 12 de novembro do começo do julgamento, e adiá-la para pelo menos 12 de fevereiro de 2014", anunciaram os advogados, num documento divulgado pelo TPI.