Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente e vereador da Câmara da Covilhã foram absolvidos

Lusa

  • 333

Covilhã, 25 jul (Lusa) - O tribunal absolveu hoje o presidente e um vereador da Câmara da Covilhã, Carlos Pinto e João Esgalhado, respetivamente, que estavam acusados pelo crime de prevaricação.

A acusação sustentava que o presidente e o vereador tinham mandado legalizar ilegalmente 63 moradias unifamiliares construídas em área protegida pela concessionária da Serra da Estrela, a Turistrela.

Os factos ocorreram entre 2000 e 2005 e englobam ainda um loteamento no Penedos Altos e de uma obra no Hotel Santa Eufémia, na cidade.