Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Turismo do Centro "frontalmente contra" importação de lampreia

Lusa

  • 333

Montemor-o-Velho, 18 fev (Lusa) - O presidente do Turismo Centro de Portugal manifestou-se hoje "frontalmente contra" a importação de lampreia, assumindo acreditar que aquele peixe servido em festivais gastronómicos da região é oriundo dos rios Vouga e Mondego.

"Sou frontalmente contra a importação de ciclótomos [peixes com boca circular e desprovidos de mandíbula, como a lampreia] de outras paragens do globo, para que possamos aqui afirmar a autenticidade dos nossos festivais", disse hoje Pedro Machado à agência Lusa, durante a apresentação do 11.º Festival do Arroz e da Lampreia de Montemor-o-Velho.

O responsável do Turismo do Centro frisou ainda acreditar que desde as zonas de Murtosa e Sever do Vouga, até à Figueira da Foz, Montemor-o-Velho e Penacova, palcos de festivais gastronómicos que têm por base a lampreia e decorrem até abril, existem "espécies suficientes" para "financiar e alimentar" esses eventos.