Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Santander Totta crítica o imposto especial sobre a banca

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 out (Lusa) - A contribuição extraordinária exigida pelo Estado português à banca é alvo de críticas por parte de Vieira Monteiro, presidente do Santander Totta, com o banqueiro a considerar que todos os setores deviam ser tratados da mesma maneira.

"Eu não percebo porque é que a banca paga uma contribuição extraordinária quando há outros setores que não pagam", salientou hoje o responsável, durante a conferência de imprensa de apresentação de resultados dos primeiros nove meses do ano do banco, que decorreu em Lisboa.

"A equidade levaria a que todos os setores fossem tratados de foram igual", reforçou.