Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Politécnico de Portalegre afirma que instituição já corta no "músculo" para sobreviver

Lusa

  • 333

Portalegre, 26 nov (Lusa) - O presidente do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), Joaquim Mourato, afirmou hoje que a instituição fez todos os cortes que poderia fazer nas "gorduras", alertando que atualmente está a cortar no "músculo" para poder sobreviver.

"O IPP, em três anos, tem uma redução de financiamento do Estado em cerca de 24 por cento. Como se compreende, esta situação é insustentável", declarou.