Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Equador alertou para risco de deterioração da saúde do fundador do WikiLeaks

Lusa

  • 333

Lima, 01 dez (Lusa) - O Presidente equatoriano Rafael Correa invocou na sexta-feira o risco de deterioração da saúde física e mental de Julian Assange, refugiado na Embaixada do Equador em Londres, numa entrevista exclusivo à AFP.

O Presidente Correa, que participava numa cimeira da União das nações sul-americanas (Unasul) na capital peruana acrescentou que a situação do fundador da WikiLeaks se encontra nas mãos da Grã-Bretanha, Suécia e instâncias jurídicas europeias.

"Eu não falei com ele desde que entrou na nossa embaixada, mas a embaixadora informou-me que ele sofria de um ligeiro problema pulmonar sem gravidade", declarou.