Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Dinamo Zagreb acusado de incentivar o ódio étnico

Lusa

  • 333

Zagreb, 20 jun (Lusa) - O presidente do Dinamo Zagreb, Zdravko Mamic, foi acusado de incentivar à violência e o ódio étnico, nas observações que fez ao ministro Zeljko Jovanovic, de origem sérvia, revelou hoje o procurador do governo croata.

Numa entrevista a uma rádio local, em março, Mamic tratou o ministro do Desporto e da Educação da Croácia, por "croatofóbico" acrescentando que ele era "um insulto para a inteligência da Croácia".

A Federação Croata de Futebol, na qual Mamic integra o Comité Executivo, qualificou as observações como "inaceitáveis", num comunicado em que anunciou também a abertura de um processo disciplinar.