Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do COI diz que Armstrong é "uma história triste"

Lusa

  • 333

Lausana, Suíça, 24 jan (Lusa) -- O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, disse hoje que o escândalo de doping que envolveu o ciclista norte-americano Lance Armstrong é "uma história triste", mas que deve ser encarda como "uma oportunidade".

Em entrevista à AFP, Rogge, que vai deixar a presidência do COI em setembro, após 12 anos no cargo, defendeu que se a confissão pública de Armstrong foi sincera, o norte-americano, heptacampeão da Volta a França, pode constituir-se como um exemplo da luta contra a dopagem no ciclismo.

"É uma história triste, mas devemos encará-la como uma oportunidade. Este é um momento crucial para o ciclismo", sustentou Rogge, em entrevista realizada na sede do organismo olímpico, na cidade suíça de Lausana.