Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Bundesbank opõe-se ao perdão da dívida grega

Lusa

  • 333

Berlim, 10 nov (Lusa) -- O presidente do banco central alemão (Bundesbank), Jens Weidmann, manifestou-se oposto a um perdão da dívida grega pelos países credores, em entrevista ao diário Rheinische Post, publicada na edição de hoje, noticia a AFP.

"Um perdão da dívida em si não resolve nada. Para que servirá perdoar as dívidas de Atenas se o país se encontrar dentro de 10 anos no ponto em que está hoje? A Grécia deve reformar-se de alto a baixo", declarou.

Manifestou-se também contrário a que o Banco Central Europeu (BCE), do qual integra o diretório, participe numa operação deste tipo, porque "isso equivaleria a financiar diretamente um Estado, o que lhe é proibido", lembrou.